Paraíso das Hienas – Jessé

Jessé Florentino Santos, conhecido apenas como Jessé (Niterói, 25 de abril de 1952 – Ourinhos, 29 de março de 1993), foi um cantor e compositor brasileiro. (Wikipedia)

Intérprete: Jessé
Compositor: Accioly Neto
Álbum: Jessé – 1981

Abençoai as hienas
Principalmente as morenas
Tricampeãs mundiais
Pois desse lado do muro
O jogo é tão duro, meu pai
Que só ter piedade de nós não vale a pena

Oração não voga quando não há vaga
Coração não roga quando só há raiva
E a roupa do corpo três vezes ao dia
Novena não paga ao homem da venda
Não adianta nada, não enche barriga
Subir de joelhos as escadarias

Abençoai as hienas
Principalmente as “da Silva”
Campeãs de carnavais
Pois desse lado do beco
O olhar é tão seco, meu pai
Que só ter piedade de nós não vale a pena

Quem são as hienas a que o autor da música se refere? Certamente, o povo brasileiro. […] As hienas, sim, eram o povo brasileiro, que, tricampeão no futebol e dado às festas carnavais, não se dava senso de que era preciso lutar pela sua identidade cidadã. O povo era apenas massa de manobra para satisfação de interesses estrangeiros, como mais uma vítima da guerra fria entre russos e americanos. A ditadura se insurge como um estado de direito em nome da democracia e no combate ao comunismo russo.

[…] Há também a questão da religiosidade do povo que o conduz a um estado de apatia de ação, de inércia. Com isso, mais um elemento desviava o povo da triste realidade que deveria enfrentar: fome, opressão, miséria, etc.

Fonte: https://www.yumpu.com/pt/document/view/14884604/reflexao-sobre-a-musica-quotparaiso-das-hienasquot-francymediaholes

 

Anúncios